Destilaria

Os óleos essenciais são substâncias lipossolúveis, porém voláteis, que integram o metabolismo secundário das plantas – aquele que, ao contrário do primário, não está diretamente relacionado com o processo de crescimento, desenvolvimento e reprodução dos vegetais. Em geral, são produzidos por estruturas secretoras especializadas, tais como pelos glandulares, canais oleíferos, células parenquimáticas diferenciadas ou em bolsões, que podem estar por todas as partes da planta ou não.

Atualmente, há várias maneiras de se extrair estes óleos, que variam não só conforme o design e a tecnologia das plantas de destilação como também do tipo da matéria prima vegetal, como por exemplo: enquanto o óleo essencial de lavanda é comumente extraído por destilação a vapor, o de laranja é por prensagem.

A destilação a vapor é o método mais utilizado para a extração de óleos essenciais a nível mundial.

Através dele, é possível obter óleos das mais diversas espécies vegetais, seja de folhas, raízes, gramíneas, ramos, sementes e até de algumas flores.

Este processo consiste em submeter o material vegetal à ação do vapor d´água, que extrai o óleo pelo arraste de vapor.

Funciona assim: inicialmente, o vapor d´água atravessa os tecidos da matéria prima vegetal, levando consigo o óleo contido no interior das suas glândulas. O óleo liberado, então, vaporiza-se com o choque térmico, sendo arrastado pelo vapor até atingir o condensador, onde esta mistura, de óleo mais hidrolato (subproduto), resfria-se e volta à fase líquida. Essa mistura atinge então o último estágio do processo, o separador: que separará o óleo do hidrolato por meio das diferenças de polaridade e densidade destas substâncias.

Plantações

Tudo começa com as plantações, onde temos de plantar em um local com o clima e solo perfeitamente adequados e cuidados para conseguir a melhor extração dos Óleos essenciais.

Colheita e Destilação

Depois vem a hora da colheita, onde cada espécie tem seu determinado tempo de colheita e corte ideal.

Após a colheita levamos as folhas onde contem o principio ativo e aromático para o tonel de destilagem.

Após a destilação levamos a um separador, onde separamos o óleo essencial puro dos demais resíduos.

Testes em Laboratório

Após essa separação por meio de decantação, o produto é embalado e testado em laboratório para adequar-se ao nosso setor de qualidade.

Finalização e Envio

Após embalado e testado o produto está pronto para ser enviado. Atendemos clientes de todo o território nacional.

Precisa de ajuda com soluções industriais? Somos Especialistas!

Rolar para cima